terça-feira, 16 de novembro de 2010

Prova de Filosofia da Uff 2010

1] (Questão 08 uff) Durante a maior parte da história da humanidade, o bem-estar e o interesse dos governantes têm predominado sobre o bem-estar e o interesse dos governados. Os gregos foram os primeiros a experimentar a democracia, isto é, regime político em que os cidadãos são livres e o governo é exercido pela coletividade para atender ao bem-estar e ao interesse de todos, e não só de alguns.
Aristóteles refletiu sobre essa experiência e concluiu que a finalidade da atividade política é
(A) evitar a injustiça e permitir aos cidadãos serem virtuosos e felizes.
(B) impor a todos um pensamento único para evitar a divisão da sociedade.
(C) preparar os cidadãos como bons combatentes para conquistarem outros povos.
(D) habituar os seres humanos a obedecer.
(E) agradar aos deuses.

2] (Questão 09 uff) O período do Renascimento foi muito fértil em reflexões políticas. Em contraste com o pragmatismo de Maquiavel, alguns pensadores, inconformados com os males de seu tempo, escreveram sobre sociedades imaginárias. As obras desses pensadores expunham análises realistas que denunciavam as imperfeições das sociedades, e continham propostas de sociedades ideais, baseadas na Razão e capazes de promover a paz, o conhecimento, a justiça e a igualdade em benefício de todos os seres humanos.
A obra mais representativa dessas novas propostas é
(A) O Discurso do Método, de René Descartes (1637).
(B) Leviatã, de Tomas Hobbes (1651).
(C) Sobre o Direito de Guerra e de Paz, de Hugo Grócio (1625).
(D) Diálogo sobre os Dois Grandes Sistemas do Mundo, de Galileu Galilei (1632).
(E) Utopia, de Tomas More (1516).

3] (Questão 10 uff) Desde a Idade Moderna, quase todas as sociedades enfrentaram o dilema de optar entre duas concepções distintas e opostas sobre o poder. Dois filósofos ingleses Thomas Hobbes e John Locke foram responsáveis por sintetizarem essas concepções. Segundo Thomas Hobbes, o ser humano em seu estado natural é selvagem e cada um é inimigo do outro; mas, quando o ser humano abre mão de sua própria liberdade e a autoridade plena do Estado é estabelecida, passam a predominar a ordem, a paz e a prosperidade. Para John Locke, o ser humano já é dotado em seu estado natural dos direitos de vida, liberdade e felicidade e, assim, a autoridade do Estado só é legítima quando reconhece e respeita esses direitos e, para que isso se concretize, é necessário limitar os poderes do Estado.
Assinale a alternativa que apresenta as duas concepções políticas associadas, respectivamente, a esses filósofos.
(A) Mercantilismo e Fisiocracia.
(B) Classicismo e Barroco.
(C) Absolutismo e Liberalismo.
(D) Subjetivismo e Objetivismo.
(E) Nacionalismo e Internacionalismo.

4] (Questão 14 uff) Na Idade Média, se considerava que o ser humano podia alcançar a verdade por meio da fé e também por meio da razão. Ao mesmo tempo, o poder religioso (Igreja) e o poder secular (Estado) mantinham relacionamento político tenso e difícil. O filósofo Tomás de Aquino desenvolveu uma concepção destinada a conciliar FÉ e RAZÃO, bem como IGREJA e ESTADO.
De acordo com as idéias desse filósofo,
(A) o Estado deve subordinar-se à Igreja.
(B) a Igreja e o Estado são mutuamente incompatíveis.
(C) a Igreja e o Estado devem fundir-se numa só entidade.
(D) a Igreja e o Estado são, em certa medida, conciliáveis.
(E) a Igreja deve subordinar-se ao Estado.

5] (Questão 44 uff) José Bonifácio de Andrada e Silva, homem público e cientista respeitado na Europa, desempenhou papel decisivo no processo de emancipação do Brasil. De ideias avançadas, defendeu a extinção do escravismo, a valorização da pequena e da média propriedade, o uso racional dos recursos naturais e a tese pioneira da preservação do meio ambiente. Ele achava que a finalidade última da ciência é contribuir para o bem da humanidade de modo racional e eficiente.
As ideias que influenciaram diretamente a formação intelectual e política de José Bonifácio estão contidas no
(A) Naturalismo.
(B) Iluminismo.
(C) Renascimento.
(D) Socialismo.
(E) Jacobinismo.

6] (Questão 50 uff) Segundo Platão, as opiniões dos seres humanos sobre a realidade são quase sempre equivocadas, ilusórias e, sobretudo, passageiras, já que eles mudam de opinião de acordo com as circunstâncias. Como agem baseados em opiniões, sua conduta resulta quase sempre em injustiça, desordem e insatisfação, ou seja, na imperfeição da sociedade.
Em seu livro A República, ele, então, idealizou uma sociedade capaz de alcançar a perfeição, desde que seu governo coubesse exclusivamente
(A) aos guerreiros, porque somente eles teriam força para obrigar todos a agirem corretamente.
(B) aos tiranos, porque somente eles unificariam a sociedade sob a mesma vontade.
(C) aos mais ricos, porque somente eles saberiam aplicar bem os recursos da sociedade.
(D) aos demagogos, porque somente eles convenceriam a maioria a agir de modo organizado.
(E) aos filósofos, porque somente eles disporiam de conhecimento verdadeiro e imutável.

7] (Questão 53 uff) Aristóteles afirmava que “se algum corpo está em movimento, é porque está sendo movido por alguma coisa”. Essa concepção predominou até a Revolução Científica dos séculos XVI e XVII, quando a questão do movimento foi o tema principal dos cientistas.
A concepção que contestou e substituiu a que era defendida por Aristóteles foi a de
(A) atomismo.
(B) inércia.
(C) heliocentrismo.
(D) preformismo.
(E) ímpeto.

8] (Questão 55 uff) De acordo com cientistas da Universidade de Chicago, o aperfeiçoamento cada vez maior dos computadores eletrônicos permite que essas máquinas, além das tarefas tradicionais de armazenar, processar e analisar dados, se tornem também capazes de descobrir padrões lógicos nos dados, chegando até a formular hipóteses explicativas, sem precisar da intervenção humana.
Essa possibilidade surpreendente da Inteligência Artificial está baseada em pesquisas iniciadas pelos filósofos gregos com o objetivo de
(A) estudar os processos mentais do pensamento lógico-racional.
(B) construir máquinas para facilitar a execução de tarefas.
(C) simular os métodos dos oráculos para prever acontecimentos.
(D) agilizar as operações comerciais.
(E) definir a conduta social mais adequada.

GABARITO:
1] (Questão 08 uff) - A
2] (Questão 09 uff) - E
3] (Questão 10 uff) - C
4] (Questão 14 uff) - D
5] (Questão 44 uff) - B
6] (Questão 50 uff) - E
7] (Questão 53 uff) - B
8] (Questão 55 uff) - A

2 comentários:

  1. Boa tarde Tiago!
    Sou aluna do curso de Administração Pública da UFPA.
    Sobre a primeira questão, você poderia dizer porque não poderia ser as outras alternativas?
    Obg!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois a esta é única resposta que tem coerência com o pensamento filosófico de Aristóteles no que se refere à virtude e a felicidade.

      Excluir