terça-feira, 16 de novembro de 2010

Filme: A onda (indicado por um aluno)

    Durante uma de minhas aulas de filosofia no curso pré-vestibular da Catedral de Santo Antônio em Nova Iguaçu / RJ, ao falar sobre filmes que favorecem à reflexão filosófica, o aluno Eduardo comentou sobre o filme "A onda" e pediu para que eu o assistisse e que depois dissesse se este filme trazia ou não uma reflexão filosófica. Na aula seguinte então o aluno Eduardo me emprestou o filme. Depois de três semanas, que foi quando consegui assistí-lo, logo após de tê-lo assistido, eu fiquei impressionado com a forma com que o autor aborda a questão da formação de grupos, da adesão à ideologias e a intensidade que as pessoas inserem estas ideologias às suas vidas.
    "A Onda", portanto, tem um teor filosófico muito grande. É um filme forte e marcante que mostra a história de um professor no exercício de sua profissão e a reação dos alunos diante à uma proposta de aula apresentada por este professor. O filme relata o quanto a falta de discernimento e o excesso de vaidade é prejudicial e destrutivo, ao ponto de algo que a princípio parecia ser uma boa proposta ser transformado em algo ruim e trágico.
    "A Onda" é um filme muito intenso e que nos deixa muitos questionamentos.
    O que levou com que os alunos aderissem com tanta intensidade à proposta do professor?
    Quais os perigos que residem nas ideologias?
    Podemos fazer alguma ligação com algum fato histórico?
    Qual seria a melhor maneira para se reveter uma situação de caos?
    Que impressões este filme nos traz?
    O que este filme nos ensina?





















    Baseado em uma história real o filme "A Onda" mostra como é possível a criação de doutrinas ideológicas em sala de aula, não só no passado, mas atualmente.
    O filme que foi adaptado do ensaio The Third Wave (A Terceira Onda), do professor de História Ron Jones, no qual relata sua experiência numa escola da Califórnia (EUA), em 1967, na tentativa de explicar na prática como Hitler e o Partido Nazista chegaram ao poder na Alemanha.
    Tudo acontece em uma semana de aula onde o professor e seus alunos criam o movimento A Onda, tudo a partir de normas de conduta, espírito coletivo, disciplina e a busca de um bem maior.
    O filme mostra a vida pessoal de alguns alunos, deixando claro que dependendo da familia e dos problemas que determinadas pessoas podem ter, são mais fáceis de serem manipuladas.
    O filme conta com um final quase que trágico em uma partida de pólo aquático onde o professor, quase que tardiamente, percebe que precisa por um ponto final em tudo aquilo.
    O Filme é bom e com certeza recomendado a todos em geral, pois fenômenos como massificação, fanatismo e intolerância são perigosos e quem sabe não estão aí positivos e operantes?

5 comentários:

  1. poderia ter as respostas das suas pergunta , ai sim ajudaria a quem quer saber né '-'

    ResponderExcluir
  2. Esse filme é d+ .... Mostra exatamente como a maioria das pessoas sao faceis d serem manipuladas ... Vale muito a pena assistir ....

    ResponderExcluir
  3. Tirei alguns ótimos trechos. obrigada

    ResponderExcluir
  4. cade as respostas -_-

    ResponderExcluir
  5. donde están las praguntas de las respuestas?????
    Yo necessito mucho -_-

    ResponderExcluir