quinta-feira, 5 de agosto de 2010

O que é o cosmo?

    O significado do termo kosmos para os gregos desse período liga-se diretamente às ideias de ordem, harmonia e mesmo beleza (já que a beleza resulta da harmonia das formas: daí, aliás, o nosso termo “cosmético”). O cosmo é assim o mundo natural, bem como o espaço celeste, enquanto realidade ordenada de acordo com certos princípios racionais. A ideia básica de cosmo é, portanto, a de uma ordenação racional, uma ordem hierárquica, em que certos elementos são mais básicos, o que se constitui de forma determinada, tendo a causalidade como lei fundamental. O cosmo, entendido assim como ordem, opõe-se ao caos, que seria precisamente a falta de ordem, o estado da matéria anterior à sua organização. É importante notar que a ordem do cosmo é uma ordem racional, “razão” significando aí exatamente a existência de princípios e leis que regem, organizam essa realidade. É a racionalidade deste mundo que o torna compreensível, por sua vez, ao entendimento humano. É porque há na concepção grega o pressuposto de uma correspondência entre a razão humana e a racionalidade do real – o cosmo – que este real pode ser compreendido, pode-se fazer ciência, isto é, pode-se tentar explicá-lo teoricamente. Daí se origina o termo “cosmologia”, como explicação dos processos e fenômenos naturais e como teoria geral sobre a natureza e o funcionamento do universo.


Texto tirado do livro de iniciação à filosofia de Danilo Marcondes.

9 comentários:

  1. ."E por entendo que exista um DEUS regendo toas as forças cósmicas seja ela de cunho cientifico ou por especulações de harmonia de "Astro" de todas as formas e formatos tão peculiar a ponto de não se pode ter dúvidas ao que diz respeito ao universo nessa questão que é transcendente e espiritual onde a lógica e a razão não tem espaço por não fazerem parte dessa dimensão"Giancarlo Filosofia em Questão

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Como se pode dizer ou pensar, que não exista uma força perfeita nesse mundão, né. Beijo

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. andei pesquisando o que seria na realidade o cosmo, achei um blog dizendo que os filosofos pré socraticos não acreditavam na criação através do cosmo, ou seja, acreditavam no Arche, que antes eu entendia ser o cosmo. E dai vou lendo, lendo e fico mais confusa.. Não teria um conceito x para que fosse melhor dito, entendido..
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. voce pode mandar o link desse blog?

      Excluir
  6. Os gregos ainda não tinham a noção de um Deus criador de tudo (podemos observar Gaia). Então, essa lei racional, era uma lei mesmo, não um Deus cristão. Isso é anacronismo.

    ResponderExcluir
  7. Cosmos: universo, beleza, ordem, harmonia
    Arché: principio, fundamento, origem de todas as coisas
    Logos: razão, discurso racional
    Physis: mundo físico, natureza

    ResponderExcluir
  8. O que chamam erradamente de UNIVERSO, pois MACRO SISTEMA ENERGÉTICO ATÔMICO É:

    Funciona de forma interligada energeticamente, não por primitivos sistemas de fios, mas por PULSOS ELETROMAGNÉTICOS ENERGIZADORES, infinitamente mais avançados que o que conhecemos: como WI-FI.

    No CENTRO do DISTRIBUIDOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR que chamam primitivamente de SOL, existe um TRANSFORMADOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR, que recebe a ENERGIA emitida pela GALÁXIA: reduz essa ENERGIA, e através de PULSOS ELETROMAGNÉTICOS ENERGIZADORES energiza o TRANSFORMADOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR, que fica no CENTRO: do nosso PLANETA.

    TRANSFORMADOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR, que por emitir ONDAS DE CALOR em ALTAS TEMPERATURAS de dentro para fora: é denominado erradamente pelos das ciências-não-avançadas: como NÚCLEO DE FOGO.

    Se te interessa aprender CIÊNCIAS AVANÇADAS: acessa http://descobertascientificasavancadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir